Encontros d’Escrita | A minha experiência num Book Club

Olá a todos,

Os meus “encontros” mais recentes, neste mundo da literatura, levaram-me a uma nova experiênciaA convite de uma colega, que ia estar um mês no Porto e queria distrair-se e conhecer a cidade, fui a um encontro do Porto International Book Club. Estive já em dois encontros, o primeiro no Chiado Café Literário, e o segundo na Capela Incomum (Wine bar). E agora surgiu a oportunidade de vos dar a conhecer este projecto.

DSC00010

Então, hoje não vos trago novos autores, trago-vos um Clube de Leitura. E porque é um clube com características particulares, aqui fica uma entrevista a Bruno Morgado, o coordenador do grupo, para que possam descobrir mais sobre o clube.

1 – Como surgiu o Porto International Book Club?

R: A ideia original nasceu pela mão de Timothy Basi que formou o Lisbon Coffee&Books Club e no qual eu participava enquanto vivia em Lisboa. Quando vim trabalhar para o Porto, à falta de uma iniciativa idêntica, resolvi criar o Porto International Book Club.

2 – Fale-nos um pouco da dinâmica do Porto International Book Club. Quando se reúnem, como decorre a discussão, quem são os membros, entre outros?

R: Reunimo-nos às quartas pelas 19:30, com um intervalo de cerca de duas semanas. Cedo se decidiu que a discussão assentaria num tema que iria variar a cada sessão e não numa obra em particular. Penso que isso ajudou a criar um grupo bastante heterogéneo com membros de várias áreas que vão desde a literatura até à ciência, passando pelas profissões liberais, como medicina e advocacia. Também, normalmente limitamos o número de participantes a cerca de 12 pessoas de modo a que exista tempo para que todos possam participar da discussão.

DSC00012

3 – O que tem este Book Club de diferente face a outros clubes de leitura/livros?

R: Tal como já referido, penso que o que atraí os nossos membros em particular, é o facto de nos centrarmos num tema e não num livro em particular. Por um lado isso retira grande parte dos constrangimentos de tempo a quem quer participar, uma vez que não é necessário ler uma obra em particular para cada sessão, por outro, permite uma discussão mais rica da literatura e também dos temas propostos uma vez que não estamos tão constrangidos apenas à visão de um autor.

4 – Que outros eventos costumam ser dinamizados pelo grupo?

R: Na verdade, muito poucas. Existe sempre a ideia de criar eventos paralelos como ir a apresentações de livros, museus, ou até muito simplesmente a qualquer actividade ao ar livre que esteja de algum modo ligado com o Book Club, mas raramente se materializam. Penso que a únicas que tivemos recentemente foi um jantar em torno do tema “comida” e outro em torno do tema “música”. Estamos completamente abertos a sugestões e a que algum membro organize uma dessas pequenas – ou menos pequenas – actividades.

5 – Quais os seus desejos para o futuro do Book Club?

R: A ideia para o futuro é exactamente dinamizar um pouco o formato. O formato actual continuará sempre a existir mas procuro actividades paralelas e membros que estejam dispostos a organiza-las. Fico feliz por actualmente termos tantos interessados nas nossas reuniões, mas já começamos e ter membros que não podem comparecer devido ao limite que se tenta impor de 12 participantes por sessão. Começa portanto a fazer cada vez mais sentido ter actividades distintas para expandir o grupo.

DSC00015

Penso que já deu para conhecer um pouco sobre este projecto, e de como este se adapta a diferentes gostos, a diferentes pessoas, e até a diferentes nacionalidades. Para mim, esse é dos pontos fortes, oferecendo em cada encontro uma experiência rica de partilha de livros, autores, experiências de vida… com conversas que vão desde os livros aos acontecimentos da atualidade, entre outros.

Espero que tenham gostado de conhecer este clube, e quem sabe um dia possam estar num dos encontros. Ao Bruno, agradeço a simpatia e a oportunidade trazer o Book Club para A Toca do Nunca, e poder documentar estes encontros agradáveis.

 

Não deixem de acompanhar as novidades d’A Toca do Nunca, e espero-vos aí desse lado num próximo post!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s