#3 A minha experiência com… Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf

IMG_20150210_185819

Mrs. Dalloway representa a minha estreia com a obra da incontornável Virginia Woolf. Sendo esta “a grande obra” da escritora, e tendo como cenário a magnífica cidade de Londres, o romance reune vários elementos para ser a minha primeira escolha. Porém, não estava a contar com uma narrativa tão singular, uma escrita tão fora do vulgar, mesmo nos dias de hoje e, por isso, nem sei bem como vos falar sobre esta experiência. Mas vou tentar!

Continue reading

Advertisements

#1 Introspecções | Gnosei Seauton – Conhece-te a ti mesmo

IMG_20150210_190201

Hoje trago-vos o primeiro texto da rúbrica “Introspecções”, inspirado no livro “Vai aonde te leva o coração” de Susanna Tammaro. Li-o, pela primeira vez, em Janeiro deste ano e, logo nos primeiros capítulos, tirei conclusão de que este livro explorava duas questões que me são muito sensíveis: a educação e o desenvolvimento humano.

Continue reading

#2 A minha experiência com… Nunca seduzas um escocês, de Maya Banks

IMG_20150210_185520

Este livro foi-me dado a conhecer por uma das minhas melhores amigas e das maiores livrólicas que conheço. Ao falar-me deste livro, o qual ela leu de uma assentada, pela madrugada dentro, fiquei logo com uma boa impressão do mesmo, embora a temática dos “guerreiros escoceses”, dos outlanders e highlanders, na altura não me fosse muito familiar. (O que não faz muito sentido, uma vez que eu adorava ir à Escócia…) Enfim, passou algum tempo, no qual aquela história me vinha sempre à memória, até ter maior disponibilidade para me atrever por temáticas não tão familiares. E pedir-lhe que mo emprestasse para o ler. Agora, venho partilhar convosco essa minha experiência.

Continue reading

#1 A minha Experiência com… Fernando Pessoa: O Romance, de Sónia Louro

IMG_20150208_192322

Fernando Pessoa é um dos meus poetas preferidos, senão o meu preferido entre todos. Por isso, quando tomei conhecimento que ia ser lançado este livro, uma biografia romanceada, fiquei com muita curiosidade em lê-la. Apesar de não ler muitas biografias, esperava que a esta me fizesse imergir na história e me arrebatasse com factos e facetas desconhecidas de um poeta ainda tão misterioso.

Continue reading

Sejam (Oficialmente) Bem-vindos à Toca do Nunca!

Hoje, dia 12 de Fevereiro de 2015, arranca oficialmente este projecto a que chamei “A Toca do Nunca”.

A Toca do Nunca é um espaço literário virtual e foi criado para que tu e eu possamos partilhar opiniões sobre livros, textos e outros temas. Nele poderás encontrar possíveis sugestões de leitura, alguns poemas e ainda textos que te possam inspirar ou desafiar a pensar sob outros pontos de vista. Espero que possas encontrar, aqui, algo que desperte o teu interesse e dê asas à tua imaginação…

Fundo

Por isso, não hesites em fazer comentários e partilhar sugestões. Também podes contactar-me através do email: tocadonunca@gmail.com

E para ficares a par de todas as novidades, visita a nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/atocadonunca

Estejam atentos, porque elas não vão faltar!

Introspecções | “O essencial é invisível aos olhos”

IMG_20150208_190650

Esta frase, da página 74 da obra “O Principezinho”, da autoria de Antoine de Saint-Exupéry, deixa muitas pessoas a pensar. Sobre o que é essencial? Sobre o que realmente importa na vida? Possivelmente…

Esta frase é precedida por uma outra: “(…) só se vê bem com o coração.” Os nossos olhos, as nossas mentes, não captam esta essência. Constantemente nos iludem, nos confundem, com imagens que não são as mais genuínas sobre o mundo à nossa volta. Sobre o mundo dentro de nós.

Afinal, porque procuramos esta essência? Essência… da vida? O que é que ela significa? E porque nos escapa?

Continue reading

A minha experiência com… A todos os rapazes que amei, de Jenny Han

IMG_20150208_190514

Este livro atraiu-me, primeiro, pelo seu título, que me sugestionou um romance intimista e com algum mistério em torno dos sentimentos e das histórias de amor passadas. Depois, pela sinopse, que é um excerto do texto, em que se adensam mais ainda as impressões que o título proporciona. E ainda acrescenta a ideia que de que alguma coisa está prestes a mudar. Porém, o romance em si, tanto cumpre como não cumpre estas expectativas. Confusos? Eu vou tentar explicar…

Continue reading