#19 A minha experiência com… Fome de Fogo, de Erik Axl Sund

IMG_20150712_234324

Quando em Março deste ano iniciei esta trilogia, fui movida pela curiosidade suscitada pelas opiniões de vários bloggers e booktubers, mas, no fundo, parti sem grandes expectativas de vir a gostar verdadeiramente desta série. Não só porque o género não é dos meus habituais, mas porque estes livros são pautados por uma tónica constantemente dura, pesada e brutalmente verosímil. No entanto, se “A rapariga-corvo” foi uma leitura inicialmente desmotivante, este 2º volume agarrou-me logo de início, com o estilo único que a dupla Erik Axl Sund consolida e aperfeiçoa. “Fome de Fogo” segue, numa intensidade dramática que cresce até um final surpreendente e desconcertante, e que nos faz querer avançar de imediato para o volume final.

Continue reading

Advertisements