#27 A minha experiência com… O Monte dos Vendavais, de Emily Bronte

Olá a todos!

img_20151207_113350.jpg

Hoje trago-vos mais um texto da rúbrica “A minha experiência com…” onde partilho as leituras mais marcantes que tenho feito. “O Monte dos Vendavais” é, sem dúvida, um exemplo disso. Por sugestão da Silvéria, do canal The fond Reader, peguei neste livro que já estava na minha estante há bastante tempo. Era daquelas histórias que parecia ter tudo para me agradar, e que, depois da leitura de “Jane Eyre” (da irmã Charlotte Bronte), ainda mais curiosidade me suscitava. As várias adaptações cinematográficas de que já tinha visto excertos, bem como a composição de Kate Bush (Wuthering Heights), foram criando na minha imaginação uma certa expectativa… Resta saber se esta se cumpriu.

A acção inicia-se em 1801, quando o Sr. Lockwood aluga uma casa na zona do Yorkshire – a Granja de Thrushcross. Uma noite, vê-se forçado a pernoitar numa propriedade vizinha, o Monte dos Vendavais, onde ficará a conhecer todos os acontecimentos passados que ainda atormentam os habitantes daquela casa. A narrativa passa então a ser contada por Nelly Dean, a criada das famílias Earnshaw e Linton, que testemunhou a relação intensa e condenada entre Heathcliff, um jovem cigano adoptado pela família Earnshaw, e Catherine Earnshaw. Dividida entre o amor por Heathcliff e as obrigações sociais a que se sente sujeita, Catherine toma uma decisão com consequências trágicas para mais de uma geração.

Um dos motivos que me levou a ler esta obra foi o de querer comparar os estilos das duas irmãs Bronte. E de facto, consegue-se vislumbrar que ambas partem de alguns elementos comuns como inspiração, com base nas suas próprias vidas. Porém, o tipo de escrita e, sobretudo, o ambiente que é criado é bastante distinto, antevendo-se algumas diferenças de personalidade por parte de Emily e Charlotte. O Monte dos Vendavais é um romance claramente gótico, muito mais sombrio, repleto de sentimentos hostis como ódio e ciúme, que se conjugam com total amor e veneração, dos quais as personagens se fazem reféns. Ainda que a violência constante, sobretudo em relação a crianças, possa ser razão para algum desagrado, a verdade é que me senti fascinada com toda aquela dinâmica, pela capacidade da autora imprimir tamanha humanidade nos actos mais obscenos. Assim, transmite ao leitor sentimentos mistos, à semelhança do que experienciaria Nelly: tanto sentimos desprezo e horror, como empatia e compaixão. Temas como a morte e fantasmas estão também muito mais presentes, fazendo deste um bom livro para se ler no Halloween.

Em termos de aspectos menos positivos, a autora atribui os mesmos nomes, ou parecidos, a personagens de gerações diferentes. Ainda que esta escolha seja intencional, carregando um grande simbolismo, também se torna confusa. Felizmente, a minha edição, da Civilização Editora, conta com uma breve explicação sobre a autora e a obra, bem como uma árvore genealógica à qual, confesso-vos, vi-me necessitada a recorrer sobretudo no início. Além disto, e talvez por todos os elementos que já conhecia sobre a obra, confesso que esperava muito mais desenvolvimentos (físicos, verbais, etc.) em relação à história de Catherine e Heathcliff. Porém, há que ter em conta que esta história está a ser contada do ponto de vista de uma testemunha externa, pelo que faz sentido que só tenhamos acesso ao que ela viu ou ouviu.

Não sendo dos meus clássicos preferidos, e tendo, até certo ponto, defraudado as minhas expectativas, devo considerar que esta foi uma leitura fascinante e emocionante. Para “tirar as teimas”, resta-me ver na íntegra uma das adaptações cinematográficas que mais me cativa, que é a de 1992, com Juliette Binoche e Ralph Fiennes. Sem dúvida que recomendo “O Monte dos Vendavais” a todos quanto gostem de clássicos.

img_20151207_113428.jpg

Classificação: **** (Muito bom)

Link no Goodreads: https://www.goodreads.com/review/show/1446221142?type=review#rating_59413189


Editora: Civilização (http://www.civilizacao.pt/)

1ª edição: 1847

Páginas: 310

Apresentação: Capa dura

Advertisements

9 thoughts on “#27 A minha experiência com… O Monte dos Vendavais, de Emily Bronte

  1. Embora reconheça algum valor e importância, eu não sou muito adepto de escalas de pontuação. Mas visto que usas uma escala de 1-5 a estrelas, se calhar sugeria que, para se evidenciar mais a especificidade da tua opinião em relação aos livros e a distinção entre eles, acrescentasses 1/4, 1/2 e 3/4 à pontuação.

    Like

    • Sabes que também já andava a pensar em alterar este sistema, uma vez que noto que as minhas classificações são muito homogéneas face à diversidade das minhas opiniões. Essa é uma possível sugestão e agradeço. E tenho outras ideias que poderei também partilhar e saber a tua opinião.

      Liked by 1 person

  2. Eu comprei o livro para ler depois de ver o filme, mas comprei a versao Inglesa. E também me senti confusa em relação aos nomes, de maneira que nem acabei de o ler. Talvez por ter visto o filme antes, o de 1992, e ter gostado tanto. A ver se encontro a versão Portuguesa e lhe dou uma nova oportunidade!

    Like

      • Pois, uma vez que já tinha visto o filme… e se fosse uma leitura fácil, ainda era capaz de o ter terminado, assim será mesmo melhor ver se em Português me “puxa” mais! Beijinhos, fico a aguardar mais!

        Like

  3. Este foi um dos clássicos que infelizmente não gostei muito, apesar de reconhecer que está muito bem escrito, a história realmente não me captou. Achei que o inicio foi muito lento e não havia nenhuma personagem que quisesse realmente saber. No entanto de Jane Eyre já gostei 🙂
    Acho que este livro, ou se gosta ou se odeia.

    Like

    • Olá Marina!
      De facto, apesar de a escrita ser até bastante acessível, a história divide muito as opiniões. O que parece ser consensual é que Jane Eyre é sempre mais apreciado 🙂 De facto, acho que a principal diferença é a transformação das personagens: em Jane Eyre, estas passam por um amadurecimento que em O Monte do Vendavais não se verifica.
      Beijinhos e obrigada por comentares!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s