#24 A minha experiência com… Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

IMG_20151101_145934

Olá a todos! Estou de volta com mais uma prometida opinião literária. Venho falar-vos da minha releitura de Orgulho e Preconceito, um dos clássicos mais conceituados de Jane Austen e a vossa escolha no último TBR Jar Challenge. E será com muito gosto que venho partilhar esta experiência convosco, uma vez que a vossa sugestão foi de novo ao encontro dos meus gostos… De facto, estava na altura certa para regressar a esta obra, que há sete anos atrás pouca consideração me suscitou. Agora, ganhou um lugar no meu coração.

Orgulho e Preconceito centra-se na personagem de Elizabeth Bennet, uma jovem inteligente, com uma visão peculiar do mundo ao seu redor e decidida a perseguir a sua felicidade. Juntamente com as suas irmãs Jane, Mary, Kitty e Lydia, ela vê-se pressionada por uma mãe cujo único objetivo é casar as suas filhas. Por isso, a chegada de Mr. Bingley, um jovem solteiro e rico traz consigo grande agitação à vida da família. Até porque, com ele, chega Mr. Darcy, um dos homens solteiros mais ricos do reino, mas cuja excessiva reserva é vista como orgulho. Esta deixará uma primeira impressão muito feito em Elizabeth, que se deixa guiar inicialmente pelo seu preconceito, mas que acabará por mudar radicalmente os seus sentimentos. Um retrato fiel e sarcástico da pequena burguesia inglesa de finais do séc. XVIII, enredada por interesses mesquinhos e vaidades sociais que, no final, cedem lugar a valores mais altos como o amor verdadeiro.

Num ano que se está a caracterizar por um retorno aos clássicos, este “Orgulho e Preconceito” tornou-se um dos meus preferidos. Sem dúvida que, partindo para ele com outra maturidade e perspetivas mais realistas face ao seu estilo, pude envolver-me e apreciar com entusiasmo esta obra. De facto, apesar da sua densidade, li-a bem mais depressa do que esperava…

O estilo literário de Jane Austen é único e de extrema qualidade. Para além da sua elegância, denota-se uma grande capacidade de observação e crítica ao seu contexto social, que sem dúvida terá inspirado toda a sua obra. Mas o que mais admirei é a forma como Jane Austen consegue imprimir o ponto de vista de Elizabeth no próprio leitor, que se apercebe das mudanças na percepção dos seus próprios julgamentos e sentimentos ao mesmo tempo que a personagem principal. Neste sentido, fascinou-me a profundidade desta história de amor, que pude finalmente reconhecer como uma das histórias de amor mais belas que conheci. Um amor que paciente e resistente, que cresce lentamente no seio de duas pessoas que, apesar dos seus defeitos, têm uma enorme capacidade de insight e de expressar os seus sentimentos de formas subtis e inteligentes…

Nesse sentido, uma das minhas personagens preferidas foi, sem dúvida Mr. Darcy que, apesar de controverso, revela enorme nobreza e capacidade de sacrifício. Mas não devo deixar de notar que foram vários os momentos e personagens que apreciei e que hoje guardo na memória, seja pelo seu humor acutilante, seja pela intensidade dos seus sentimentos.

Por isso, sem dúvida que recomendo a leitura de Orgulho e Preconceito, e fico feliz por poder partilhar a minha admiração pela obra com várias pessoas pela blogosfera. A vontade de reviver a obra é, agora, intensa, pelo que planeio ver a versão cinematográfica de 2005 em breve. E, no futuro, quero continuar a ler a obra de Jane Austen, a começar por um livro que já está na minha estante: Persuasão. Que outros me aconselham?

Classificação: ***** (Excelente)

Link no Goodreads: https://www.goodreads.com/book/show/23396704-pride-and-prejudice

IMG_20151101_145957

 

Entretanto, foi lançado um novo TBR Jar Challenge, no qual as opções são:

1 – Irmãs de Sangue, de Barbara e Stephanie Keating

2 – 1984, de George Orwell

3 – O Monte dos Vendavais, de Emily Bronte

Boas opções, não? Por isso, deixem o vosso voto nos comentários até à próxima semana, que o livro com mais votos será a minha próxima leitura e terá opinião tanto no Blog como no Canal.

Por hoje, é tudo. Vejo-vos num próximo post!


 

Editora: Publicações Europa-América (http://www.europa-america.pt/)

1ª Edição: 1813

Páginas: 280

Apresentação: Capa dura

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s