#16 A minha experiência com… Cada dia é um milagre, de Yasmina Khadra

IMG_20150622_192243

Olá a todos! Depois de um curto interregno, cá estou eu para vos contar mais uma experiência de leitura, desta feita com o livro que me acompanhou nas últimas duas semanas. Foi-me oferecido pela Neuza, do Mil Folhas, no meu aniversário, tendo sido um livro que a marcou nos últimos tempos. Eu fiquei muito feliz com esta oferta, pois sentia-me muito atraída para o ler. Uma das principais razões dessa atracção era o título: “Cada dia é um milagre” encerra todo o significado da vida numa frase curta, convidando-nos a uma intensa viagem existencial.

Este livro é um prolongamento da trilogia do Grande Mal-entendido, da qual fazem parte os títulos “As andorinhas de Cabul”, “O Atentado” e “As sirenes de Bagdade”, e que se foca no choque de culturas e mentalidades. O protagonista é o Dr. Kurt Krausmann, um homem que tem todos os motivos para ser feliz, até ao dia em que a sua vida dá uma reviravolta. De forma a superar a sua mágoa, embarca com o seu amigo Hans Makkenroth numa viagem às Comores. Porém, a sua embarcação é atacada por piratas, na costa somali, e a sua viagem transforma-se no inferno. Feito refém, juntamente com o seu amigo e Bruno, um capturado francês, Kurt conhece em primeira mão um continente de extrema violência e miséria. Entregue à sua sorte, Kurt irá descobrir a força para superar cada provação, redescobrindo-se na essência do amor e da vida.

Este é, sem dúvida, um livro escrito com muita dedicação, onde cada palavra e cada frase encerra o significado do sofrimento, da dor, da miséria, mas também da sobrevivência e da esperança. O leitor assiste, em primeira mão, à realidade do cativeiro: a fome, as chagas, as humilhações, o desespero, mas também o intercâmbio de experiências e o companheirismo. Simultaneamente, acompanha o impacto e as transformações que estas experiências vão tendo nas personagens, ao longo de uma narrativa de beleza inquestionável. Neste desenrolar de acontecimentos, o autor aborda de forma subtil e genial uma questão ainda muito importante nos dias de hoje: o racismo. E isso foi o que verdadeiramente me impressionou neste livro, pois percebe-se quão bem Yasmina Khadra conhece esta realidade, e as proporções radicais que o choque de culturas toma naquelas circunstâncias. É-nos desvendada uma mentalidade que consideraríamos já inexistente, as suas inconsistências, as suas mágoas e as suas consequências, deixando-nos intrigados e sensibilizados para os problemas de um continente tão maravilhoso onde “Cada dia é um milagre”.

“Ah! O Homem, esse prodígio refractário às suas oportunidades e fascinado pelas suas vaidades, incessantemente esquartejado entre o que acredita ser e o que desejava ser, esquecendo que a maneira mais saudável de existir é, muito simplesmente, continuar a ser ele próprio.” (pg. 295)

Contudo, eu devo confessar que este livro me desiludiu bastante. Embora eu consiga reconhecer a sua qualidade, não consegui gostar verdadeiramente, e por isso levei tanto tempo a terminar as suas 300 páginas. Apesar de eu não ter uma justificação muito clara para isso, ainda que alguns compromissos e o cansaço que daí adveio não tenham ajudado, eu senti que não me consegui relacionar muito com a personagem de Kurt Krausmann. Pareceu-me que o autor foi exemplar na forma de falar do contexto e da temática, mas na construção das personagens esteve menos bem. Senti que a personagem de Kurt foi um tanto ou quanto vazia e desconexa, nunca compreendendo a fundo os seus sentimentos. Ou simplesmente não me conseguiu agarrar ou fazer muito sentido…

Assim, de facto, eu esperava outras coisas desta leitura. Esperava uma leitura voraz, mas carregada de momentos de reflexão e assimilação de significado. Sem dúvida que marquei várias páginas, mas, de um modo geral, o livro não me marcou a mim. Não é por isso que não deixo de o recomendar, pois, de um ponto de vista crítico, este livro oferece-nos uma perspectiva muito sensível e fiel de alguns dos problemas mundiais. Espero que tenham uma leitura agradável e fico a aguardar as vossas opiniões e comentários!

IMG_20150622_192314

Classificação: *** (Bom)

Link: https://www.goodreads.com/book/show/15737290-cada-dia-um-milagre


Editora: Bizâncio (http://www.editorial-bizancio.pt/)

1ª Edição: 2012

Páginas: 299

Apresentação: Capa mole

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s